Pesquisar
 

Limpeza de Dutos de Ar Condicionado

Limpeza de Dutos de Ar Condicionado exige cuidados especiais

A limpeza de dutos de ar condicionado em prédios públicos, lojas, indústrias, shoppings, supermercados e outros estabelecimentos deve seguir normas específicas para manter a qualidade do ar respirado pelas pessoas que frequentam esses ambientes. A correta manutenção nos sistemas de climatização previne doença causadas por bactérias que podem ser encontradas nos mesmos.

Limpeza de dutos de ar condicionadoA falta de limpeza de dutos de ar condicionado e também nos filtros propicia o desenvolvimento de micro-organismos – fungos, bactérias e leveduras – que podem levar os ocupantes de ambientes climatizados a contraírem doenças respiratórias, infecciosas ou alérgicas. O maior perigo está na presença da Legionella pneumophyla – bactéria que habita nos dutos de ar condicionado, torres de refrigeração de água e bebedouros e que causa a legionelose, podendo se manifestar de duas formas: doença do legionário – um tipo grave de pneumonia – e a febre de Pontiac.

O contágio da doença do legionário ocorre pela inalação de gotas de água contendo a Legionella, que se aloja nos alvéolos pulmonares. O período de incubação é de dois a dez dias, surgindo em seguida os sintomas de febre, tremores, tosse seca ou purulenta e dores de cabeça. A doença é curável, desde que diagnosticada a tempo, e o tratamento é feito com antibióticos. Pessoas com sistema imunológico comprometido, doenças respiratórias ou problemas cardíacos – especialmente idosos – são as mais propensas ao contágio. Para a eficácia do tratamento, é necessário diagnóstico diferencial com outros tipos de pneumonia.

A febre de Pontiac é uma infecção tipo gripe causada pela inalação de água contaminada com muitos tipos de bactérias, dentre elas espécies de Legionella. Os doentes apresentam febre, tremores, mal-estar e dores de cabeça e musculares, mas sem complicações. O período de incubação varia de 12 a 36 horas e, por ser muito curto, não permite a infecção e multiplicação bacteriana.

Normas do Ministério da Saúde e da ANVISA sobre limpeza de dutos de ar condicionado

O primeiro conjunto de regras voltado para garantir a qualidade do ar em ambientes climatizados foi a Portaria 3.523/98, do Ministério da Saúde, que estabelece uma rotina de procedimentos de limpeza de dutos de ar condicionado e em sistemas de refrigeração de grande porte. A orientação é para que empresas e condomínios contratem técnicos ou um estabelecimento especializado para realizar limpezas periódicas. Em outubro de 2000, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou a Resolução 176/00, definindo padrões referenciais de qualidade do ar interior em ambientes climatizados de uso público e coletivo e os procedimentos a serem utilizados pelas vigilâncias sanitárias no que compete à fiscalização da qualidade do ar.

Limpeza de dutos de ar condicionadoEm janeiro de 2003, a Anvisa revisou e atualizou o documento – sob a denominação de Resolução 9/03 –, contando com a ajuda de técnicos do Instituto Noel Nutels, Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Ministério do Meio Ambiente, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Organização Pan-Americana de Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro/MTB) e Instituto Nacional de Metrologia Normalização e Qualidade Industrial.

A norma da ANVISA estabelece que proprietários, locatários e administradores de imóveis climatizados por sistemas acima de 60.000 BTU/H são responsáveis pela qualidade do ar respirado por seus ocupantes.

Se a fiscalização pelos técnicos da vigilância sanitária constatar os limites de tolerância da poluição em ambientes refrigerados ultrapassados, os responsáveis poderão ser penalizados com multas que variam de R$ 2 mil a R$ 200 mil.

Períodos definidos pela ANVISA para Limpeza de Dutos de Ar Condicionado:

  • Tomada de ar externo – limpeza mensal ou, se descartável, troca após, no máximo, três meses.
  • Filtros – limpeza mensal ou, se descartável, troca após, no máximo, três meses.
  • Bandeja de condensado – limpeza mensal.
  • Serpentinas de aquecimento e de resfriamento – limpeza trimestral.
  • Umidificador – limpeza trimestral.
  • Ventilador – limpeza semestral.
  • Casa de máquinas – limpeza mensal.

Contrate um Técnico Profissional

Samuel Valle – Email: contato@mixmanutencao.com.br

Ligue: (19) 9.8809-5451 Oi – (19) 9.8278-4649 Tim

 

  • Comentários  

    15/12/2017